Tratamentos

Biopsia de mama e Punção aspirativa

A biópsia de mama é um procedimento médico simples em que uma amostra de tecido mamário é retirada e enviada a um laboratório para análise. A biópsia da mama é a melhor maneira de avaliar se um nódulo ou região suspeita da mama é canceroso.

Lembre-se de que nem todos os nódulos mamários são cancerosos. Existem muitas doenças que podem causar nódulos na mama. A biópsia da mama pode ajudar a determinar se um nódulo mamário é canceroso ou benigno (não canceroso).

Uso

A biópsia da mama é geralmente realizada para investigar um nódulo mamário. Isso é importante porque embora o aparecimento de um nódulo mamário possa ser assustador,  apenas um em cada cinco nódulos mamários são cancerosos.

O médico geralmente solicitará a biópsia por estar preocupado com os resultados observados na mamografia ou ultrassonografia de mama, ou se tiver sido encontrado algum nódulo durante o exame físico.

A biópsia pode também ser solicitada se houver alterações nos mamilos, inclusive secreção sanguinolenta, formação de crostas, repuxamento da pele ou formação de escamas. Estes são sintomas de um tumor de mama.

Riscos

Embora a biópsia da mama seja relativamente simples e envolva pouco risco, todos os procedimentos cirúrgicos envolvem risco. Alguns possíveis efeitos colaterais da biópsia de mama incluem:

  • Alteração do aspecto da mama, dependendo do tamanho do tecido removido;
  • Hematoma e inchaço da mama;
  • Dor leve no local da injeção;
  • Infecção no local da biópsia.

Quanto mais rápido o câncer for diagnosticado, mais rápido será dado início ao tratamento, o que aumenta muito as chances de sobrevida.

Procedimentos

O médico examinará as mamas antes do procedimento de biópsia da mama. Esses exames podem incluir um exame físico, ultrassonografia, mamografia ou ressonância magnética.

Durante um desses exames, o médico poderá colocar uma agulha ou fio metálico na região para ajudar o cirurgião a localizar facilmente a região. Será realizada anestesia local para anestesiar a região ao redor do nódulo.

Tipos

O cirurgião pode retirar uma amostra do tecido mamário de diversas maneiras. Entre as quais:

Biópsia com agulha fina
Nesse procedimento, a paciente deverá se deitar sobre a mesa de exame e o cirurgião inserirá uma pequena agulha com seringa no interior do nódulo e extrairá a amostra. Essa biópsia ajuda a determinar a diferença entre um cisto com líquido e um nódulo sólido.

Biópsia de fragmento (core biopsy)
Da mesma maneira que a biópsia com agulha fina, este procedimento utiliza uma agulha maior para coletar várias amostras, cada uma do tamanho de um grão de arroz.

Biópsia estereotáxica
Durante este procedimento, a paciente deve se deitar com o rosto para baixo em uma mesa de exames com uma abertura. A mesa é controlada eletronicamente e pode ser elevada. Dessa maneira, o cirurgião pode trabalhar debaixo da mesa enquanto a mama fica firmemente colocada entre duas placas. O cirurgião fará uma pequena incisão e removerá amostras com uma agulha ou uma sonda com vácuo.

Biópsia de fragmento guiada por ressonância magnética
Durante este exame, a paciente deve se deitar na mesa de exame com o rosto para baixo com a mama repousando sobre uma depressão na mesa. O aparelho de ressonância magnética fornecerá imagens que guiarão o cirurgião até o nódulo. Será feita uma pequena incisão e será retirada uma amostra com uma agulha de biópsia.

Biópsia cirúrgica
Este procedimento consiste da remoção cirúrgica de uma massa da mama. Subsequentemente, a amostra será enviada a um laboratório do hospital para análise das bordas com o objetivo de garantir que todo o nódulo canceroso tenha sido removido. Um marcador metálico poderá ser deixado na mama para monitorar a região no futuro.

 

PUNÇÃO MAMÁRIA

A punção é um procedimento invasivo, que utiliza a ultrassonografia para localizar o nódulo a ser avaliado. Depois de localizado, o médico introduz uma agulha fina através da pele e parênquima, e posiciona a ponta da agulha no interior do nódulo. Em seguida é feita a aspiração do conteúdo do nódulo. O objetivo e extrair uma amostra que contenha fragmentos do tecido. Todo esse procedimento é acompanhado pelo medico através de monitor.

A punção é usualmente indicada para investigação de lesões suspeitas simples ou suspeitas, palpáveis ou impalpáveis, detectadas somente por ultrassonografia.

Como é o Procedimento?
O médico localiza a área da punção através das imagens geradas pela ultrassonografia. Uma vez localizado o nódulo, utiliza-se agulha própria para punção, no interior da lesão. Em seguida é feita a aspiração a vácuo do conteúdo do nódulo, para retirada de fragmentos. O material coletado é encaminhado para análise anatomopatológico – que determinará se a doença é benigna ou maligna. O exame dispensa internação.

Exige Preparo?
Não é necessário preparo prévio para o procedimento. Mas, é importante trazer exames de mama anteriores e chegar pontualmente.

Exige Repouso?
Após breve repouso na própria Clínica, a paciente pode retomar suas atividades de rotina.

A CLIAM conta com recursos avançados para realização de punção mamária.