Tratamentos

Obstrução Nasal

Respirar é uma função fisiológica tão importante que o mínimo obstáculo que dificulte o fluxo do ar pelas vias aéreas superiores provoca enorme desconforto.

A obstrução nasal pode ser provocada por processos infecciosos virais ou bacterianos, como a gripe, os resfriados e a sinusite aguda, ou por distúrbios estruturais, por exemplo, o desvio do septo ou a presença de pólipos ou tumores no nariz. Em geral, quando a causa é infecciosa, principalmente viral, o incômodo é passageiro, mas pode ser persistente e progressivo, como nas rinites alérgicas e se houver uma barreira anatômica que impeça a passagem do ar.

Esse distúrbio pode acometer tanto as crianças quanto os adultos. Na infância, as causas mais frequentes são as infecções agudas virais (resfriados), as rinites crônicas (a mais comum é a rinite alérgica) e a hipertrofia das adenoides. Causas menos comuns incluem as deformidades congênitas, como a atresia coanal (imperfuração da abertura posterior da cavidade nasal) e os desvios de septo.

Adultos com obstrução nasal provocada pelas rinites, alérgicas ou não, correm o risco de fazer uso abusivo de descongestionantes tópicos e criar dependência em decorrência da vasoconstrição que esses medicamentos provocam em todo o organismo.

Portanto, se a pessoa apresenta obstrução nasal persistente ou com frequência deve ser avaliada por um médico para diagnóstico e tratamento específico.